Melhores Sítios para Visitar na Costa Alentejana

A costa alentejana é bastante extensa, partindo desde o rio Sado até ao Algarve. Conheça os seus pontos turísticos de referência:

Troia

A costa alentejana começa oficialmente aqui, a sul do Sado. Troia começou a recuperar o estatuto de estância de férias de luxo de que em tempos já desfrutou. Arrisque a sorte nas “slot machines” do Casino e admire os golfinhos do estuário do Sado.

Comporta

Um pouco mais a sul, a Comporta tem sido classificada como uma das melhores praias da Europa, em termos de infraestruturas. Ao norte, ainda é possível entrever o perfil da serra da Arrábida, embora bem mais afastada do que a imagem que se observa a partir de Troia. Uma curiosidade: é possível caminhar entre Troia e Comporta ao longo do areal, pois trata-se de um dos areais contínuos mais extensos do mundo.

Sines

Esta cidade ocupa um lugar proeminente na história dos Descobrimentos portugueses, enquanto terra natal de Vasco da Gama. No verão, o castelo acolhe o Festival de Músicas do Mundo, um dos mais interessantes e diversificados festivais de música de Portugal.

Porto Covo

Rui Veloso imortalizou, com a sua célebre música homónima, esta pequena localidade, fundada de raiz no tempo do Iluminismo para explorar o potencial agrícola da região, o que se comprova no caráter retilíneo das su5086671630_d2d49cce92_bas ruas e praças, incomum em Portugal e fazendo lembrar a também setecentista Baixa Pombalina, em Lisboa. No verão, a ilha do Pessegueiro (já bem conhecida como ancoradouro, no tempo dos romanos) convida a um pequeno passeio.

Vila Nova de Milfontes

Em tempos, Milfontes era um ponto estratégico, enquanto defesa do estuário do Sado, via de navegação do Alentejo ocidental. Hoje, é um local apetecido por quem procura férias de mar e sol, devido ao seu clima quente, que dispensa, porém, os “aglomerados” do Algarve.

Zambujeira do Mar

Se conhece esta aldeia devido ao festival de música, da próxima vez venha com alguns dias de antecedência e verá como esta pacífica e idílica praia se transforma para acolher, alegremente, os “festivaleiros”, numa tradição que já conta um par de décadas de existência.

Leave a Reply